O que fazer quando o celular cai na água?

Para milhares de pessoas ao redor do mundo, o celular é uma ferramenta necessária para diversos fins. E também pudera! Este aparelho consegue reunir num só local diversas funções importantes, que facilitam nossa vida e simplificam a rotina.

Entretanto, certos incidentes podem ocorrer com o telefone e, se não resolvidos de imediato, acabam dando um problema grande no celular – às vezes até perda total. Por exemplo, você sabe o que fazer quando o celular cai na água?

É preciso ter conhecimento de alguns truques certeiros que podem te ajudar bastante nesse momento. Ou então, já pensou ter que perder agenda de contatos, centenas de fotos e demais outros arquivos importantes simplesmente porque não soube como agir na hora certa?

Então, acompanhe as dicas a seguir:

Aprenda o que fazer quando o celular cai na água!

O primeiro passo é retirá-lo imediatamente do contato com o líquido. Saiba que, quanto mais rápido retirar o aparelho dali, menores as chances de danos sérios no celular.

Contudo, se ele caiu na água enquanto estava plugado na tomada, atenção: evite a todo custo encostar no aparelho e no carregador!

A primeira coisa a ser feita, neste caso, é desligar toda a energia da residência e, só assim, retirar o celular da tomada e da água. Caso contrário, estará correndo um grande risco de ser eletrocutado.

Tirou o celular da água? Hora de retirar a bateria!

Sim, agora você deve retirar a bateria do aparelho.

A bateria, como se sabe, é a fonte de energia do celular. Quando em contato com a água, ela pode ter entrado em curto circuito. Caso não a retire, pode danificar ainda mais o aparelho. Porém, se a bateria for do tipo que não remove, então pule para a etapa de desligar o telefone.

Desligue o aparelho!

Se o celular caiu na água mas mesmo assim continuou funcionando, não espere mais: desligue-o. Caso já esteja desligado, ok! Deixe como está. Não ceda ao impulso de liga-lo para conferir se o aparelho ainda funciona.

Este passo requer cuidado: você vai desmontar o celular

Agora, retire a capa do seu celular, bem como acessórios tipo chip, cartão de memória e quaisquer outros desse tipo.

Entretanto, se houverem partes parafusadas, deixe-as como estão. Neste caso, o mais indicado é deixar que profissionais devidamente capacitados realizem a tarefa.

Chegou a vez de ter o papel toalha como aliado

Não entendeu? Bem, agora você irá colocar todas as pequenas peças do aparelho sobre o papel toalha para que ele absorva quaisquer resquícios de água.

Aliás, lembre-se de deixar um pequeno espaço entre as peças para que a absorção de cada uma ocorra da maneira adequada.

Seque peça por peça

Em seguida, com um pano limpo e de preferência que não solte fiapos, vá secando cada uma das peças do celular que desmontou.

As que forem mais delicadas, você pode realizar a secagem com o auxílio de um cotonete – principalmente para não acabar danificando qualquer componente mais sensível do aparelho.

Por fim, realize a limpeza e secagem com muito cuidado, evitando espalhar ainda mais água ou mesmo obstruir quaisquer cavidades.

Utilize materiais que absorvem umidade para cobrir o aparelho

Depois de seguir todos os passos anteriores, agora você vai colocar o celular num recipiente com tampa e jogar por cima uma determinada quantidade de arroz cru.

Deixe descansar por, no mínimo, 2 dias. Se quiser, pode substituir o arroz por gel de sílica, bem como por AF Tech-Rescue. Durante o período, vá mudando o celular de posição a cada 12 horas.

Por fim, realize um pequeno teste

Bem, se depois de seguir todas estas etapas os indícios de umidade sumirem, chegou a hora de remontar o aparelho e, logo após, liga-lo. Caso o celular continue não funcionando, nada de pânico! Lembre-se que ele pode apenas estar com a bateria descarregada.

Para testar, claro, carregue o celular. Porém, para sua segurança, antes de plugar o aparelho na tomada, deixe-o em uma superfície e, só depois, ligue o carregador na energia.

Todo cuidado é pouco e você não vai querer correr o risco de levar um choque, certo?

Ah, uma dica extra é: se o celular caiu em água salgada, infelizmente é preciso saber que o sal é um agravante neste incidente, uma vez que os danos causados por ele são ainda piores que os causados pela água quando entra em contato com o aparelho.

Assim, se seguiu corretamente todas as etapas anteriores e mesmo assim o celular dá sinais de que não funcionará normalmente, a solução é encaminhá-lo a uma assistência técnica. Lá, o procedimento padrão é dar um banho químico no telefone.

Mas saiba que, mesmo indo para uma assistência, às vezes o aparelho pode nunca mais voltar a funcionar 100% como antes.

Neste caso, já pensou nas vantagens de comprar um celular seminovo? Além de pagar mais barato num celular, você tem à sua disposição no mercado uma variedade de ótimos e atuais modelos de aparelhos.

Basta escolher o que mais se encaixa nas suas necessidade de uso e, claro, em seu orçamento!

Leia também

Índice

Trocacel Recomenda

Samsung Usado
Samsung a50 usado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Menu de Navegação

Institucional

× Available on SundayMondayTuesdayWednesdayThursdayFridaySaturday